Leitores têm novo espaço no Casamento 2.0

A partir de hoje, o Blog Casamento 2.0 lança mais uma ideia utilizando o conceito de Web 2.0, ou seja, que possibilita a troca e compartilhamento de informações na Internet. Por meio da publicação de posts no quadro “Um novo Olhar”, nosso interesse é publicar textos de amigos, parceiros ou qualquer leitor interessado em escrever sobre cerimônias e/ou festas de casamentos que estiveram presentes.

A intenção é mostrar o olhar, experiência e a percepção de outras pessoas e não somente as nossas ideias e pensamentos. Dessa forma, teremos a contribuição dos leitores sobre o tema que mais nos interessa: casamento. Para isso, será lançado um novo artigo semanalmente neste espaço. Então já sabem! Quem tiver interesse em publicar artigo sobre algum casamento que foi, é só nos enviar o texto para casamento2ponto0@gmail.com. Teremos muito prazer em publicá-lo.

E para estrear nesse domingo, trazemos um artigo “3 em 1”, do nosso amigo e jornalista Emí­lio Moreno, onde o mesmo descreve sobre os últimos três casamentos que participou.

Confiram:

é hora de casar?

Para começar, preciso usar o máximo de sinceridade com vocês, queridos leitores do Casamento 2.0. Eu nunca me imaginei escrevendo sobre casamento. Mas mesmo diante de tantas dúvidas de por onde começar, topei o desafio de falar sobre o assunto para os meus amigos Natália e Rafael.

Só neste mês de dezembro, eu estive em três celebrações. Segundo o que me disseram, a época é repleta de cerimônias pois muitos casais planejam o ano inteiro a união e aproveitam também esse perí­odo pra viajar e curtir a lua de mel.

Como convidado, o que complica mais pra quem recebe a missão de estar junto dos noivos nesse momento tão especial, é o fato de precisar equilibrar a agenda das milhares de confraternizações de final de ano. Haja fôlego e fí­gado.

Apertem os cintos, o casamento mudou de lugar

Mas então, voltando a árdua missão que é falar de casamento, vou começar comentando a união de um casal de amigos queridos: Nielson e Rejane. Como dizemos aqui no Ceará, pense numa festa bonita. Os dois planejaram minuciosamente a data. Mas para desespero deles, na última hora, ou melhor, faltando uma semana para a celebração, os dois tiveram que remarcar o local. í‰ que eles descobriram que no clube aonde eles pretendiam festejar com a gente tinha uma mega festa marcada na mesma data.
Olha, não quero nem pensar o “aperreio” que os dois passaram. Tomei um baita susto quando recebi a ligação do noivo pedindo meu e-mail. Pensei até que fosse uma forma modernosa de confirmar a presença. Sei lá! Tudo tá na internet, né mesmo?!
Mas nada disso, eles precisavam de qualquer forma de contato dos convidados para remarcar o local. Ufa! Deu tudo certo e a festa foi linda. Tudo perfeito, apesar da correria. No dia 3 de dezembro, os dois, ao lados dos amigos e parentes, festejaram a união.
A emoção era tanto, que durante a troca das alianças, Nielson precisou ser amparado. Quase desmaiou. A festa foi mais reservada que o normal, apenas amigos mais próximos e a famí­lia, o que deu mais aconchego para quem foi convidado.
Só no civil, mas com muita felicidade

O segundo casamento que eu presenciei foi mas perto do que eu imaginava. Meu irmão casou. Assim, de um susto mesmo. Não estava planejado para agora, mas uma gravidez também não planejada antecipou a união dos dois. A cerimônia civil aconteceu no sábado, dia 18, em um cartório no Antonio Bezerra. Não me pergunte porque.
Deixando o resmungado pra lá, eles estavam bem felizes e emocionados. Aliás, sobre aquele lance de todo mundo casar em dezembro, foi lá no cartório que eu vi isso de perto. A maior aglomeração de casais apaixonados por metro quadrado.
Foi engraçado assistir de perto o casório de um monte de gente que eu nunca vi na vida. Sabe o que eles tinham em comum? Todos muito emocionados. A falta do glamour ou daquela festa exclusiva não diminuiu em nada a alegria que eu pude notar.
Voltando ao casório do meu irmão e da agora minha cunhada, como não foi planejado, eles decidiram oficializar no civil a união e no dia seguinte comemorar com os amigos e famí­lia. Eu nunca tinha ouvido falar de um churrasco de casamento. Pois foi isso que eles organizaram. Convidaram os amigos, parentes (não são poucos) e curtiram o primeiro dia de casados.
o mar como testemunha

Mas a agenda de casamentos de dezembro ainda não tinha terminado. No último dia 25 de dezembro, isso mesmo, em pleno Natal, outro casal de amigos decidiu casar. Adriano e Sabrina marcaram a cerimônia ecumênica para uma data que, para mim, tem um profundo significado. Representa mais do que nunca o nascimento, neste caso, de uma famí­lia, agora unida pelo amor. O lugar escolhido foi uma barraca na Praia do Futuro, em Fortaleza.

O que eu mais gosto nesse tipo de cerimônia é a dispensa do tradicional terno. Vamos combinar, nosso clima não combina em nada com o traje “passeio completo”, exigido em tradicionais cerimônias. Sábado botei uma bermuda branca, uma camisa e um par de chinelos.

Numa cerimônia rápida, mas que nem por isso deixou de ser emocionante e bonita, os noivos declararam seu amor diante dos convidados. Ao cair da tarde, as juras de amor tomaram conta dos noivos e dos presentes. Eu devo confessar que as palavras de Sabrina para Adriano, além de embargar a voz da noiva, nos tocou profundamente”.
Emí­lio Moreno.

More about

Comments

  1. Responder

    […] This post was mentioned on Twitter by emilio moreno, Natália Teixeira. Natália Teixeira said: O blog @casamento2dot0 lança novo espaço e estreia hoje com artigo do querido amigo jornalista @emiliomoreno. Olha lá http://migre.me/3nYpC […]

  2. Responder

    Linda a ideia de casar na praia. Adorei o texto. O blog está de parabéns!

  3. Responder

    Ameii a novidade de novas pessoas postando!
    Muito bom o texto e o olha do Emílio Moreno sobre 3 casamentos tão diferentes…

    Que em 2011 eu me emocione ainda mais com os posts do Casamento 2.0.

    beijão casal lindo!
    Dani

  4. Responder

    Obrigada Dani por sempre nos prestigiar. O Emílio tem um texto excelente mesmo! É um jornalista nota 10 =)
    E olha, você também pode publicar o seu nesse espaço. Quando tiver um casamento pra ir, escreve pra gente, tá? Iremos adorar ter a sua participação. Beijos

  5. Responder

    Adorei o texto! Blog nota 10. bjoss

  6. Responder

    Adorei o texto, estou lendo tudo sobre casamento, o meu é daqui há um mês somente no civil e uma comemoração intima com amigos e familiares depois, o texo escrito acima está espetacular.
    Parabéns

  7. Responder

    O Emilio se garante mesmo, adorei o texto e realmente foram 3 casamentos bem diferentes, mas que com certeza tiveram mta emoção. E o blog tá de parabéns, Nath!! Espero ter um casamento p ir em breve p participar contando como foi também! Beijos, amiga noiva linda!

Leave a Reply

Deixe uma resposta


Notice: Trying to get property of non-object in /home/casam261/public_html/wp-content/plugins/jetpack/modules/gravatar-hovercards.php on line 238