Que tal fazer uma pesquisa de satisfação? [artigo]

A leitora assí­dua do blog, Adriana Fragoso, que casou em março deste ano, nos enviou um texto sobre a importí¢ncia de receber a atenção dos profissionais contratados após o dia do casamento. O assunto é muito importante e super válido para os profissionais e noivos refletirem e repensarem suas atitudes. Vamos conferir?! =D

Existe pós-venda no mercado de casamento?

Adriana e Adailton.

“Nós, ex-noivinhas e noivinhas, sabemos como é pesado o assédio dos fornecedores em cima dos noivos no momento da contratação dos profissionais que vão “realizar” nossa festa. São tantos e-mails, propagandas, telefonemas que í s vezes não sabemos o que fazer com o número de fornecedores oferecendo os seus serviços para o nosso casamento. Então, em meio a todas essas abordagens, escolhemos aqueles cujo orçamento condiz com o que foi planejado ou aqueles que sempre sonhamos ter em nosso big day.

Porém, o tema desse texto é pós-venda. Sabemos que somos clientes, pagamos por um serviço, e na maioria das vezes, pagamos caro, e envolve um sonho. O que venho perguntar é se essa grande gama de fornecedores está atenta ao pós-venda. Depois que nós assinamos os contratos, entregamos nossos cheques, ou seja, fazemos nossa parte, qual tem sido a postura dos profissionais em relação a nós? Quando acaba a relação entre cliente e fornecedor? Depois do dia do casamento o profissional encerrou sua “parte do trato” com os clientes?

Casei há pouco mais de 1 mês e verdadeiramente senti falta desse pós-venda. Meu esposo é consultor de vendas e vejo que o trabalho dele não se encerra quando a peça comprada pelo cliente é instalada e isso despertou em mim a seguinte dúvida: será que nenhum dos profissionais que trabalhou no meu casamento quer saber o que achei? Quer fazer uma pesquisa de satisfação? Será que eu tenho que escrever mesmo que eles não me perguntem? Será que o trabalho de fotógrafos, equipes de filmagem, músicos, cerimonialistas, decoradores, buffet e etc encerra-se no momento que a festa acaba?!

Sabemos que o mercado de casamento tem tomado grandes proporções em nossa cidade, grandes eventos e feiras têm sido realizados. Acredito já ser hora dos profissionais dessa área atentarem para esse momento. Saber a opinião do cliente em relação a seu trabalho, se ficou satisfeito, o que pode melhorar, enfim… fica a dica”.

Adriana Fragoso.

More about

Comments

  1. Responder

    Dri,
    você tem toda a razão!!!!
    Eles nos procuram muito pra fechar contrato e depois necas!

    Eu ainda nem casei e já sinto isso! É muito chato mesmo!

    Acho que a pesquisa de satisfação tanto nos “confortaria” como ajudaria MUITO aos profissionais, para aperfeiçoarem cada vez mais seus trabalhos!

    Adorei o texto!

    Beijo!

  2. Responder

    Interessante o que foi escrito. Cantei no casamento da Adriana e do Adailton e no mesmo dia procurei saber da opinião do noivos a respeito do meu trabalho.Acho que é vital para o trabalho continuado, pois estar nos principais momentos da vida de uma pessoa depende do relacionamento, do caracter, e claro do profissionalismo. Assino embaixo todos devem pesquisar.

  3. Responder

    Gostaria de sugerir ao blog uma reportagem sobre as vendas casadas, vi semana passada um esclarecimento na globo em âmbito nacional que essa pratica é contra a lei, mais em fortaleza igrejas, buffet, músicos etc. usam desse artifícios .

  4. Responder

    É isso aí Bebel… bjs e boa sorte!

  5. Responder

    O que a Adriana falou é a mais pura verdade! Raros são os profissionais que procuram os clientes para o “pós-venda”.
    Nem todo profissional tem noção da importância do feedback depois de um serviço prestado, ainda mais um serviço de tamanha importância na vida de tantas pessoas! Não se dão conta que é preciso saber o grau de satisfação que gerou e se precisa melhorar e em que melhorar para depois não repetir o erro!
    Na falta deste tipo de atitude acabam, por fim, sabendo de alguma insatisfação através de comunidades e redes sociais, o que é um tanto quanto chato! 😛

    Acho que neste sentido tivemos uma “sortezinha”…dos nossos profissionais, até agora acho que 4 vieram nos perguntar o que tínhamos achado!

    Fica a dica da Drics!!
    Bjus!

Leave a Reply

Deixe uma resposta